Gearheads: Uma espécie em extinção

Turbos, híbridos e elétricos. Foi-se o tempo que tecnologias como essas eram coisas de filmes futuristas e livros de Asimov. Hoje elas são realidade.

O mundo está em uma corrida desenfreada para se tornar sustentável, queremos compensar milênios de agressão e destruição da natureza em poucos anos. Vivemos na época do politicamente correto, da eficiência e da economia.

Um mundo cada vez mais hostil para nós, gearheads. Em algum momento viramos vilões. Somos acusados de não nos importar com o futuro. Tentam nos obrigar a largar a gasolina de alta octanagem e colocar Prius em nossas garagens. Querem nos fazer sucumbir a chatice.

Somos caçados, descriminados e destruídos. Somos uma espécie em extinção:

 

“Nós. Somos uma espécie em extinção, eu e você.

Nós. Os amantes da velocidade.

Nós. Os devotos da potência, desempenho e barulho.

“Vão em embora” – dizem para nós.

“E levem junto sua fibra de carbono e esse V12 cuspidor de fogo”.

Parece não haver mais um lugar para nós.

Não em meio aos coletivos e congestionamentos.

Não nessa nova era de segurança e restrições

Aonde a praticidade supera a adrenalina.

Aonde a relação km/litro triunfa sobre a relação peso/potência

As evidência estão em todo o lugar

Eu e você estamos sendo enxotados, deixados de lado e caçados a cada “hairpin turn”.”

As palavra proferidas pelo Sir. Clarkson nesse comercial de 2011, provavelmente o comercial mais gearhead da história, a cada dia que passa se tornam mais verdadeiras.

Deixe uma resposta